TENDÊNCIA DA ECONOMIA E DOS NEGÓCIOS PARA 2022

photo-1474631245212-32dc3c8310c6_Easy-Resize.com
13 de janeiro de 2022

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O cenário para 2022, no geral, a inflação melhora, alívio na alta dos preços dos alimentos, em função de recuperação da cadeia de suprimento, baixa demanda dos consumidores, pois houve uma deterioração da renda das famílias, com alta dos combustíveis, dos serviços administrados pelo governo, como energia elétrica, gás de cozinha, e demais tributos.

Nesse período de pandemia com o isolamento social mudou a estrutura de consumo, mas a alta da inflação e aumento dos preços, afetaram o consumo, especialmente de super e hipermercados, que têm forte participação na economia, com queda de consumo principalmente para os produtos alimentícios e de bebidas.

Para o setor de serviços, as perspectivas são mais positivas, pois a crise da pandemia alterou profundamente os hábitos de consumo dos brasileiros, e com isso irão consumir mais serviços. E com a vacina sendo realizada anualmente, como a da gripe, a vida deverá voltar a normalidade, impulsionando o setor de serviços a um bom patamar.

Outro fator, na mudança do comportamento de compra, está nas tendências do   e-commerce para 2022 quanto a transparência das empresas e marcas em relação aos consumidores. De acordo com a pesquisa realizada pela Freshworks Inc, a maioria (77%) dos consumidores está disposta a trocar dados para uma experiência mais personalizada, rápida e baseada em valores.

A tecnologia esta cada vez mais presente no dia a dia e cada vez mais utilizada para atender as necessidades conforme o momento da vida do cliente.

Segundo alguns estudiosos, o novo mudo aponta para algumas tendências de comportamento e consumo para 2022, e que as empresas precisam desenvolver estratégias para atender. E a inovação é a palavra da hora, independente do setor, para atender as necessidades como conveniências e segurança das pessoas.

Então, de acordo com algumas pesquisas, percebe-se algumas tendências no comportamento de compra do consumidor:

  1. Exclusividade
    Os consumidores buscam exclusividade e personalização. A tendência é que a experiência seja alterada de acordo com o comportamento e o gosto expressados pelos dados. A experiência de compra deverá se única, de acordo com as necessidades dos clientes.
  2. Sustentabilidade
    Trabalhar a conveniência sob demanda e do ponto de vista de sustentabilidade é algo a ser trabalhado visando minimizar o impacto no planeta é uma megatendência para 2022.
  3. Conexão virtuais
    Mudança no relacionamento das pessoas com as assistentes virtuais, que começam a dialogar sobre diversos assuntos como bem-estar, emoções e felicidade. Presença muito forte da Inteligência Artificial. Na verdade, cada vez mais, os clientes buscam conexões mais humanas e com isso surgem os companheiros virtuais.
  4. Transparência
    O mundo está passando por uma revolução de transparência na era da internet, estamos mais conectados e transparentes. As pessoas, os valores e a cultura são vistos como organização. A cultura interna como negócio se tornou a marca que o público passa a ver, deve estar mais aberta para que as pessoas de fora se tornem parte da transformação organizacional.

E para finalizar esse artigo, a consultoria KPMG divulgou uma lista com as principais tendências para a indústria de consumo e varejo no Brasil em 2022. Destaca-se a necessidade de regulação, de adequação ao novo consumidor, de investimento em tecnologia e inovação, além de busca por liquidez e boa gestão de risco.

1) Mudanças nos hábitos de consumo com a pandemia

2) Cliente no centro do negócio 

3) Logística cada vez mais presente

4) Investimento em segurança cibernética 

5) Integração do físico com o digital

6) Jornada de transformação digital

7) Venda direta, consumidor e fabricante 

8) A importância das práticas Ambientais, Sustentabilidade e Governança (ESG)  


Enfim, o mercado empresarial como um todo passa por uma fase de adaptação para que os negócios possam manter as demandas dos clientes e manter as suas contas em dia.  Para 2022, o cenário permanece desafiador, e as empresas precisam continuar repensando em estratégias inovadoras para que se adequem cada vez mais às mudanças do mercado consumidor. Pense nisso!!

Autor: Prof. Dr. Claudio Shimoyama, CEO do Grupo Datacenso, Consultor em Marketing Estratégico e Mentor empresarial.

Inscreva-se e receba notificações das publicações de artigos e conteúdo.

Assine nossa newsletter

Assine e receba nossa newsletter para acompanhar as novidades do da comunidade.

Politica de Privacidade(Requirido)
Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.